logo
Dragao Vermelho
 HORÁRIOS E TURMAS

Segunda, Quarta e Sexta 08:00 às 09:00

 
Tai Chi Chuan – São movimentos lentos e circulares envolvendo as mãos, os braços, o ombro, a cintura e as pernas; o corpo todo em sincronização sem limites. Visa combater a instabilidade gerada pela força bruta e atingir um equilíbrio físico e mental. Hoje é praticado como terapia devido aos seus benefícios a saúde.
 
História
 
1. Como surgiu o Tai Chi Chuan?

O surgimento do Tai Chi Chuan tem 2 teorias:
 
Teoria #1:  Por volta da Dinastia Sun - Chang Sanfeng, aproximadamente 700-800 anos atrás, viveu no Templo Shaolin e foi para a Montanha Wu Dang e criou o Tai Chi.  Ele viu uma garça lutando com uma cobra. A garça era sempre dura. A cobra tentava render e seguir a garça e não resistindo, assim, ela não perdeu sua vida para a garça. O duro estava sendo controlado pelo suave.
 
Teoria #2:  Foi criado na Família Chen aproximadamente 300 anos atrás por Chen Wangting. 
 
2. Quais são as 13 Posturas (nome original do Tai Chi Chuan) ?

As 13 posturas consistem de 8 energias e 5 passos:
 
8 energias são:  desviar, rolar para trás, pressionar, empurrar, puxar, golpe de ombro, golpe de cotovelo e rachar
5 passos são:  avançar, recuar, olhar a esquerda, olhar a direita e equilíbrio central
  
Pan (bloquear) equivale ao trigrama Chien
Lu (rolar para trás) equivale ao trigrama Kun
Hi (pressionar) equivale ao trigrama Kan
An (empurrar) equivale ao trigrama Li
Tsai (puxar para baixo) equivale ao trigrama Sun
Lieh (rachar ou separar) equivale ao trigrama Chen
Jou (golpe de cotovelo) equivale ao trigrama Tui
Kou (golpe de ombro) equivale ao trigrama Ken
Avançar equivale ao elemento Fogo
Retirar equivale ao elemento Água
Guardar a Esquerda equivale ao elemento Metal
Antecipar à Direita equivale ao elemento Madeira
Equilíbrio Central equivale ao elemento Terra.
 
3. Quantos estilos de Tai Chi Chuan existem e quais são as diferenças entre eles ?

Historicamente temos 5 estilos de Tai Chi Chuan; Chen, Yang, Wu, Wu e Sun,  que são ligados uns com os outros: É importante saber que o nome de cada estilo surge desde o nome de seu criador e que na verdade, a palavra “estilo”, na China praticamente não se usa. Em chinês, quando se referem ao Tai Chi Chuan as pessoas literalmente dizem Tai Chi Chuan da família Chen ou Tai Chi Chuan da família Yang e assim por diante. Todos os 5 estilos são conectados, os movimentos externos são um pouco diferentes, mas as energias internas são as mesmas.
 
Estilo Chen:
Nome do local original de nascimento: Vila Chenjagou, Condado Wen, província Hunan.
Criador: Mestre Chen Wanting
Caracteríeticas especiais: alterna movimentos lentos e rápidos, inclui saltos e explosões nos movimentos, pisadas vigorosas e movimentos bruscos. A Velha Forma, foi desenvolvida a partir da 17a. Geração da Família Chen. (Estilo mais parecido com Fing Fu que praticamos)
 
Estilo Yang:
Nome do local original de nascimento: cidade Guangfuzhen na área de Guangpingfu; Condado de Yongnian, província de Hebei + - 200 anos atrás.
Criador: Mestre Yang Lu chan que aprendeu com Mestre Chen Changxing 14a. geração da Família Chen.
Características especiais: movimentos suaves, contínuos, lentos, velocidade homogênea, sem alteração de alturas, movimentos longos,grandes e abertos
 
Estilo Wu/Hao:
Nome do local original de nascimento: cidade de Guangfu, condado de Yongnian. Província Hebei.
Criador: Mestre Wu Yuxiang que aprendeu com os Mestres Yang Luchan + Yang Banhou + Chen Qingping.
Características especiais: lento, plano, suave, com posturas pequenas e altas. Sua forma é menor.
 
Estilo Wu: 
Nome do local original de nascimento: desconhecido.
Criador: Mestre Wu Jian Quan que aprendeu com seu pai Wu Quanyu que aprendeu com Yang BanHou
Características especiais: Eles inclinam o corpo para o lado, mas quando inclinam, pensam em estar eretos.
 
Estilo Sun:
Nome do local original de nascimento: desconhecido.
Criador: Mestre Sun Lutang que aprendeu com o Mestre Hao Weijian.
Características especiais: seus movimentos combinam 3 estilos de artes marciais: Estilo Wu de Tai Chi Chuan + Hsing I + Ba Gua.
 
 
4. Qual é a história do Estilo Yang ? 

O lugar de nascimento do Estilo Yang de Tai Chi Chuan é a Província de Hebei, condado Yongnian.  Por volta de 200 anos atrás, Yang Luchan foi para Beijing para ensinar a Família do Imperador.  Pessoas assistiam e queriam aprender com ele. Os movimentos eram planos, lentos e constantes.  A Segunda geração aprendeu a forma velha, que é maior e mais simples. A forma média (terceira geração) é maior, mais extensa e aberta.  Esta nós chamamos de Forma Longa.
  
A Forma que é praticada agora é a Forma Longa que nós chamamos de “Tradicional, 85, 103 ou 108 Form”.   A contagem é diferente, mas os movimentos são os mesmos.
 
 
5. No Estilo Yang quem mudou e criou as Formas Velha, Média e Curta  e as gerações da família Yang?

Yang Luchan criou a Forma Velha. 1a geração (Forma Velha)
Yang Banhou & Yang Shaohou – Forma Curta
Yang Jianhou – Forma Média2a geração (Forma Média)
Yang Chengfu – Forma Longa3a geração (Forma Longa). Ele padronizou a forma que é praticada no mundo todo até os dias de hoje.
Yang Zhenduo, 4a geração
Yang Jun, 6a geração
 
6. Qual é o mais popular estilo de Tai Chi Chuan praticado hoje em dia ?
  
Atualmente, o Estilo Yang é o mais popular estilo de Tai Chi Chuan praticado em todo o mundo. Os movimentos são fáceis e grandes.  A Família Yang ensinou o povo divulgando o Tai Chi Chuan para um maior número de pessoas.
 
Técnica

1. Os Dez Pontos Essenciais do Tai Chi Chuan: Transmitido oralmente por Yang Chengfu e registrado por Chen Weiming

1 – Energia leve e sensível no topo da cabeça: Vazio, Vívido, Empurrando para cima e Energético.
 
 “Empurrar para Cima e Energético” significa a postura da cabeça ereta e direita e o espírito localizado no seu ponto mais alto. Você não deve usar força. Usar força faz com que a nuca fique rígida e desta forma o chi e o sangue não podem circular livremente. Você deve ter uma intenção que é vazia, vívida (ou livre) e natural. Sem uma intenção que seja vazia, vívida, empurrando para cima e energética, você não será capaz de elevar o seu espírito.
  
A seguir são os 10 princípios essenciais do Tai Chi Chuan . Oralmente transmitido por Yang Chengfu.  Recordado por Chen Weiming e Traduzido por Jerry Karin.
 
2 – Afundar o peito e arredondar as costas: Segure no Peito e Estenda as Costas.
  
A frase “segurar no peito” significa o peito ligeiramente afundado para dentro, o que permite que o chi submirja no campo de cinábrio (dan1 tian2). O peito não deve ficar estufado para fora. Se fizer isso, o chi é bloqueado na região do peito, o corpo superior torna-se pesado e o corpo inferior leve e será fácil que os calcanhares flutuem. “Estender as Costas”, permite que o chi fique aderente às costas. Se você for capaz de segurar no peito então naturalmente será capaz de estender as costas. Se você puder estender as costas, então será capaz de emitir a força desde a espinha, e a isto os outros não podem se opor. 
 
 3 – Relaxar a cintura: A cintura é o comandante de todo o corpo. Apenas depois de você ser capaz de relaxar a cintura as duas pernas terão força e o corpo inferior ficará estável. Todas as alternâncias entre cheio e vazio, derivam do giro da cintura. Assim se diz: “A fonte do destino depende do menor interstício da cintura” . Sempre que há falta de força na sua forma, você deve busca-la na cintura e nas pernas.
 
 Todos os movimentos dependem da ação da cintura. Os movimentos desajeitados no Tai Chi Chuan surgem de ações erradas da cintura.
  
4 – Discernir cheio e vazio: Na arte do Tai Chi Chuan distinguirmos entre “Xu” vazio e “Shi” cheio, separar cheio e vazio é a regra número um. Se todo o corpo estiver sobre a perna direita, então a perna direita é denominada `cheia` e a perna esquerda `vazia`. Se todo o corpo estiver sobre a perna esquerda, então a perna esquerda é denominada `cheia`e a perna direita `vazia`. Apenas depois que você for capaz de distinguir o cheio e o vazio, poderá executar movimentos leves, ligeiros e quase sem esforço; se você não puder distinguir cheio e vazio, seus passos serão pesados e indolentes e você não será capaz de manter-se estável e será fácil para o oponente manter o controle sobre você.
Se não conseguimos separar, o passo é pesado e  vagaroso, e a posição não é firme, não fornecendo equilíbrio.
 
5 – Afundar os ombros e cotovelos: Afundar os ombros significa que os ombros devem estar relaxados, abertos e pendurados para baixo. Se você não puder relaxa-los, os ombros se elevam e o chi os segue para cima fazendo com que todo o corpo perca força. Abaixar os cotovelos significa que os cotovelos estão relaxados e para baixo. Se os cotovelos se elevarem os ombros não poderão afundar. Quando você usa isto para golpear alguém, ele
  
6 – Usar a mente e não a força: Nos clássicos do Tai Chi se diz `deve-se usar a intenção ao invés da força`. Quando você pratica Taijiquan, deixe todo o corpo relaxado e estendido. Não empregue mesmo a menor quantidade de força bruta o que causaria o bloqueio músculo esquelético ou circulatório causando a restrição ou a inibição de si mesmo. Apenas assim, você será capaz de mudar e transformar de forma ágil e leve, circulando naturalmente. Alguém pode perguntar: se eu não uso força, como posso gerar força? A rede de meridianos da acupuntura e canais através do corpo são como caminhos de água na superfície da terra. Se os caminhos de água não estiverem bloqueados, a água circula; se os meridianos não estiverem bloqueados, o chi circula. Se você move o corpo com força rígida, você bloqueia os meridianos e o chi e o sangue serão impedidos, os movimentos não serão ágeis; tudo o que alguém tem que fazer é guia-lo e com isso, todo o seu corpo será movido. Se você usar a intenção ao invés da força, aonde a intenção for, o chi a seguirá. Desta maneira – porque o chi e o sangue estão fluindo, circulando todos os dias por todo o corpo, nunca se estagnando – depois de muita prática, você conseguirá a verdadeira força interna. Isto é o que os clássicos do Tai Chi querem dizer por: “Apenas sendo extremamente suave você será capaz de atingir a extrema dureza”. Alguém que é um real adepto do Tai Chi tem braços que parecem ser como ferro, envoltos em seda pura, imensamente pesados. Alguém que pratica artes marciais externas, quando está usando a sua força, parece muito forte, mas quando não está usando a força, é muito leve e flutuante; por tudo isso pode ver que a sua força é externa ou superficial. A força usada pelos artistas marciais externos é especialmente fácil de ser liderada ou desviada e por isso não tem muito valor.
 
“Flexível na aparência, mas poderoso na essência”.
 
7 – Coordenar o superior e o inferior: Nos clássicos do Tai Chi “Sincronizar o Corpo Superior e Inferior” é expresso como: “Com sua raiz nos pés, emitindo desde as pernas, governado pela cintura, manifestando-se nas mãos e dedos – dos pés à cintura – completa tudo em um impulso”. ****Quando as mãos se movem, a cintura se move e as pernas se movem e o olhar se move com eles. Apenas então podemos dizer que o corpo superior e inferior estão sincronizados. Se uma parte não se move ela não estará coordenada com o resto.
 
8 – Harmonia entre o interno e o externo: O que estamos praticando no Tai Chi depende do espírito e por isso há o dito: “O espírito é o general e o corpo suas tropas”. Se você puder elevar o seu espírito, seus movimentos naturalmente serão leves e ágeis, a forma nada mais que vazio e cheio, aberto e fechado. Quando dizemos `abrir´ não queremos apenas dizer abrir braços ou pernas; a intenção mental deve se abrir junto com os membros. Quando dizemos `fechar´, não apenas significamos fechar braços ou pernas; a intenção mental deve fechar-se junto com os membros. Se você puder combinar o interno e o externo dentro de um simples impulso ****, então eles se tornarão um todo sem costuras. (Uma unidade completa).
 
Assim dizem: “O Espírito (Consciência) é o comandante e o corpo é o subordinado."
 
9 – Importância da continuidade: Força nas artes marciais externas é um tipo de força bruta adquirida, e por isso ela tem um começo e um fim, tempos em que ela continua e tempos em que ela se corta, de tal forma que quando a força velha é usada e quando a nova força ainda não surgiu, há um momento que é extremamente fácil para a pessoa ser coagida por seu oponente. No Tai Chi nós usamos mais a intenção do que a força e desde o princípio ao fim, suavemente, incessantemente, em círculo completo e retornando ao início, circulando infinitamente. Isto é o que nos clássicos do Tai Chi se fala por: “Como o Rio YangTse ou Amarelo, fluindo infinitamente”. E novamente: “A força do movimento é como desenrolar fios de seda”. Estas duas frases são referencia a esta unificação de um simples impulso****.
 
 “É como um grande rio correndo incessantemente”

10 – Tranqüilidade no movimento: Artistas Marciais Externos apreciam saltar e parar como boa técnica e eles fazem isso até que a respiração (chi) e a força sejam exauridas, tanto, que após praticarem, eles ficam sem fôlego. No Tai Chi nós usamos a quietude para dominar o movimento e mesmo em movimento, ainda preservamos a quietude. Assim, quando você pratica a forma, quanto mais lento melhor! Quando você pratica devagar, a sua respiração torna-se profunda e longa, o chi submerge no campo de cinábrio (dan1 tian2) e naturalmente não há constrição danosa ou alargamento dos vasos sanguíneos. Se o estudante tenta cuidadosamente, ele pode ser capaz de compreender o significado oculto nessas palavras.
  
De todos os 10 pontos, o primeiro tem importância fundamental, pois permite que nosso espírito se eleve e então possamos coordenar todos os movimentos do corpo de forma concentrada e sem perda de equilíbrio com muita energia. Devemos ter a idéia de um fio puxando nossa cabeça desde o centro para o alto, fazendo com que tenhamos a sensação de haver crescido alguns centímetros.
 
É importante lembrar que o Tai Chi Chuan é um ramo do Wushu Tradicional Chinês (conjunto de Artes Marciais Chinesas), que é grandemente influenciado pela rica Cultura Chinesa. As teorias de Confúcio têm sido sempre a guia para os padrões das regras de comportamento do povo Chinês. Confúcio enfatizou que devemos sempre em primeiro lugar, tratar as pessoas com respeito e convence-las a seguir a moral mais nobre. Desta feita, a regra mais importante que os praticantes das artes marciais devem obedecer é a moral das Artes Marciais, que se fundamenta no respeito aos mais idosos, e aos mais jovens e fracos, proteção aos que necessitam, e utilizar as artes marciais somente quando for a favor do benefício ou da proteção de alguém oprimido além de cultivar a humildade, jamais se apresentando como um lutador desafiante.
 
 
Filosofia
 
1. Como a Cultura Chinesa está incorporada dentro do Tai Chi ?
 
A Cultura Chinesa foi desenvolvida através do I Ching e de diferentes escolas de filosofia.
 
Tai Chi baseia-se e inclui o Yin e Yang. A teoria do Tai Chi está separada por 2 caminhos: 1 yin e 1 yang.  Quando eles estão juntos tornam-se equilibrados.
 
Wu Sheng = 5 elementos/princípios.
 
Os 5 elementos são:  Fogo, Água, Metal, Madeira e Terra.
Cada um desenvolve, controla e equilibra o outro.
 
Madeira nutre o Fogo
Fogo desenvolve a Terra
Terra desenvolve o Metal
Metal dissolve para tornar-se Água
Água nutre a Madeira 
Água apaga o Fogo
Fogo derrete o Metal
Metal corta a Madeira
Madeira absorve os nutrientes da Terra
Terra controla a Água
 
A Medicina Chinesa baseia-se no Yin e Yang.  Por exemplo: Coração = fogo; Fígado = madeira; Rim = água; Estomago = terra; Pulmão = metal.  Quando nós estamos doentes, as energias Yin e Yang não estão equilibradas.  A Medicina Chinesa também utiliza Wu Sheng, os 5 elementos.
 
2. Qual a diferença entre Artes Marciais Internas e Externas ?
 
Nas artes marciais externas a pessoa deve ser mais dura e mais forte que seu oponente para vencê-lo.
 
As Artes Marciais Internas incluem Tai Chi Chuan, Hsing-I e Bagua. Nós treinamos usando um caminho suave para fazer o corpo suave, seguindo a energia do oponente.  Como agulha oculta em algodão, internamente forte e externamente flexível. Dentro e fora são coordenados juntos.
 
Prática
 
1. Depois de aprender a Forma Tai Chi, o quê nós aprendemos ? 
 
Estudantes aprendem a Forma Tai Chi, Tui Shou e as Formas com armas (Espada, Sabre e Bastão).  A Forma sem armas é a base para todas as outras Formas.  Depois de aprender a Forma Longa os estudantes avançam para aprender o Tui Shou.  Tui Shou ensina os estudantes a aplicar as 8 energias com um parceiro.  As Formas com Espada e Sabre ensinam os estudantes a usar as armas.  A Espada e Sabre ainda seguem os 10 princípios essenciais, mantendo os movimentos grandes, graciosos e constantes.  A técnica da Espada é limpa, leve, flexível, vigorosa e fluente e a técnica do Sabre é forte, poderosa e com energia, mostrando um espírito forte.
 
2. O que é Push Hands ou Tui Shou e quais os princípios básicos ?
 
Os princípios básicos do Push Hands ou Tui Shou são: aderir, conectar, seguir sem resistência ou separar do oponente. Se seu oponente não se move, você não se move. Quando seu oponente inicia o movimento, então você se move e chega/controla primeiro.
 
3. Quais formas e tipos de Push Hands são ensinados pela Família Yang ? 
 
Nós temos 2 formas de Push Hands:  passo fixo e movendo o passo. No Estilo Yang inclui-se 5 diferentes tipos de Push Hands: braço simples com passo fixo,  dois braços com passo fixo, movendo o passo com o trabalho dos pés em linha reta, movendo o passo e cruzando os passos, e grande rolar para trás.
 
4. Quais armas são parte original do Tai Chi Chuan da Família Yang ? 
 
O Estilo Yang Tradicional atualmente não tem muitas armas. Elas estão divididas em 2 grupos:
Armas Curtas: são 67 movimentos da Espada e 13 movimentos do Sabre.
Armas Longas: antigamente era utilizada a lança longa e existia uma forma de 13 movimentos, depois se tornou um bastão longo. As suas técnicas são a da lança original, mais tarde a prática do bastão longo tornou-se uma maneira de treinar a emissão da energia FA JING vibrando o bastão.
 
5. O que é um passo arco ? 
 
Um passo arco é como um passo do arqueiro. O joelho da perna da frente segue a direção dos dedos dos pés e não passa os dedos. A perna de trás está esticada, mas não muito. A largura dos pés é a mesma dos ombros. Avançando o pé de trás está enraizado.  Se os pés estão muito estreitos (não estão na largura dos ombros) você não estará estável. O pé de trás aponta para o canto, 45 graus. O peso é 60% na frente e 40% atrás.
 
6. O que é um passo cheio/vazio ?
 
Um passo cheio/vazio é quando sua perna e pé de trás estão apontando para o canto e o pé da frente está na frente. O pé da frente toca com o metatarso ou calcanhar. Mais peso está na perna de trás e a perna da frente toca com pouco peso. O joelho da perna de trás está na linha dos dedos dos pés. Não cruze os calcanhares. Fica uma linha passando entre os pés. O trabalho dos pés é mais estreito. O peso é 30% na perna da frente e 70% atrás. Não incline para trás, mantenha o centro.
 
7. Quando praticamos Tai Chi, devemos nos concentrar na respiração ?
  
A Respiração é natural, constante. Afundar seu Chi para o Dantien (centro de energia localizado abaixo do umbigo).  Manter a coordenação da respiração e dos movimentos.  Com movimentos longos você deve respirar naturalmente – não pare sua respiração porque senão sua energia pára, o Chi pára. Assim os movimentos e a respiração devem ser naturais. Movimentos tem que ser coordenados com a respiração em movimentos simples.
 
8. Quais são os outros pontos que devemos lembrar quando praticamos Tai Chi Chuan ?
  
Boca:  manter a boca fechada, mas sem apertar demais. Naturalmente fechada. Quando a boca está seca, Yin não é suficiente, então não podemos ter Yang.
 
Língua:  toque a ponta da língua no céu da boca. Isto ajuda a manter a boca úmida.
 
Forma da mão:  eleve levemente, estenda e dobre um pouco seus dedos, deixe um leve espaço entre os dedos. Da mesma maneira com a palma da mão. Não deixe mole nem duro.
 
Relaxamento:  Lembre-se de abrir as juntas, tendões e ossos enquanto unifica seu corpo inteiro durante sua prática.  Tai Chi é um exercício para todo o corpo.  A cintura é muito importante e comanda seu corpo inteiro. 
 
Energia: surge na raiz (pés), explode nas pernas, controlada pela cintura e expressa pelas mãos.
  
9. Como o corpo se move enquanto praticamos Tai Chi Chuan ?
A parte superior do corpo é leve, o meio do corpo é flexível e a parte inferior é sólida e firme.
 
10. Como nós mantemos a parte superior do corpo leve e a parte inferior sólida ?
Não usamos muita força mantendo a parte superior do corpo leve.  Mantemos o Chi afundado para baixo mantendo a parte inferior do corpo sólida. 
 
11. Como mantemos nosso Chi submerso ?
Não prenda a respiração, mantendo-a natural. Quando você está calmo, então seu Chi automaticamente submerge. 
 
 
12. O que significa ter peso duplo?
O peso duplo significa que o Cheio e o Vazio não estão claros e isto faz com que você não seja capaz de transferir o peso e não é capaz de ser ágil e flexível, sua respiração não é natural e a energia fica parada, rígida, e o corpo não flexível.
 
 
13. Às vezes o Tai Chi é referido como Punho Longo. O que significa Punho Longo ?
Na forma do Tai Chi a energia está se movendo o tempo todo, sem parar como nuvens ou água fluindo, ele nunca pára. Outras Formas de Artes Marciais chamam de punho longo quando a forma é rápida e os movimentos longos. No Tai Chi, punho longo quer dizer que a energia é contínua como nuvens e água
 
14. Quais são os 3 tesouros do corpo humano ? 
 
Jing (Essência)
Chi (Qi) (Energia Vital)
Shen (Espírito)
“Acumule Shen para promover Chi,
Acumule Chi para promover Jing,
Refine Jing até que se transforme em Chi,
Refine Chi em Shen;
Refine Shen até a Vacuidade.
Este é o modo de fortalecer, enriquecer e aumentar o Jing, Chi e Shen no corpo”.
15. O que é Jing (Essência) ?
É a essência, Jing é o componente básico do corpo humano e serve como sua base de atividade vital. É o que conseguimos através dos alimentos, do Sol, da Lua, do Ar. Comparando Jing com Chi, Jing é mais Yin.
  
16. Como o Jing (Essência) se relaciona com o Chi ?
O significado de Chi é simplesmente Vida!. A reunião de Chi é Vida, a dispersão de Chi é Morte. A força promotora da atividade do corpo humano é Chi. Chi coexiste com Jing e onde há Jing deve haver Chi e vice versa. Chi é mais Yang.
 
17. O que é Shen (Espírito) ?
É derivado de Jing e Chi e tem uma base substancial. Jing + Chi = Shen. Shen é a manifestação externa da ação de Jing e Chi. Aonde Chi é forte, haverá Shen; aonde Chi é fraco ou ausente, Shen será fraco. Shen move-se junto com Chi e Jing. A substância de Shen manifesta-se na aparência corpórea.
 
18. Como podemos elevar nosso Shen (Espírito) ?
Seguindo os 10 princípios do Estilo Yang, todo nosso corpo irá abrir, permitindo que a energia vital de Jing e Chi seja cultivada e capaz de elevar-se. O seu espírito vem de seu coração e mostra-se através da sua mente. Você deve usar a atenção e a concentração para usar seu espírito para elevar-se.
 
19. O que é Wu De ?
Wu De (Virtude Marcial) é o código de conduta moral estabelecido para os artistas marciais e tem 2 áreas principais: as Ações e a Mente dos praticantes.
Na Ação, é necessário expressar Humildade, Respeito, Confiança e Lealdade.
Na Mente, deve ter Força, Perseverança, Paciência e Coragem.
 
20. A Quais princípios morais que nós devemos ser leais ?
Ser uma boa pessoa. Respeitar uns aos outros, especialmente os mais velhos.
 
Ter como objetivo fortalecer o corpo.
Procurar ao máximo praticar.
Não deixar que pequenos obstáculos como pequenas dores e medos atrapalhem seu desenvolvimento.
Perseverança e aperfeiçoamento
Atenção aos detalhes.
Cultivar a calma e o equilíbrio.
Dar igual atenção à prática e à teoria.

Paciência 
Não agir agressivamente.
Respeito e tolerância são cruciais;
Buscar a quietude,
Ficar calmo e centrado.

Coragem  e Confiança
Ser valente para manter a justiça,
Defender a própria vida e ajudar outras pessoas a defender a justiça.

Benevolência
Atos virtuosos que beneficiem os outros.
Cuidar dos mais jovens e não tirar proveito dos fracos.
Desenvolver uma moralidade benevolente.

Valores de família
Lealdade aos pais
Zelo pelas crianças
Respeito e lealdade pelos cônjuges.

Promover a saúde
Cuidar da saúde física, mental e espiritual.
Buscar o Autocontrole.
Cuidar da alimentação (nós somos o que ingerimos).
Buscar ter sempre um corpo forte e saudável.

União
Devemos nos esforçar pela unidade
Equanimidade
Cooperação.
O grupo de prática deve ser como uma grande família. Todos se interessarem um pelo outro e se ajudarem.
  
Consciência política:
Ter consciência política
Cuidar do país
Ter conhecimento das leis do país respeitá-las e defendê-las.

Postura
Ser modelo de vida.
Manter em você mesmo as virtudes tradicionais do respeito e da humildade.
Não consumir bebidas alcoólicas excessivamente.
Não ser briguento.
Não se pode correr atrás da fama.
Nem ser arrogante e impulsivo.
Não se pode mentir.
Nem praticar fraude.
Deve-se respeitar os professores e colegas.,
Não se pode usar as artes marciais para infernizar a vida de outras pessoas.

Espiritualidade
Desenvolver a espiritualidade.
Buscar o aprimoramento da fé.

Desenvolvimento mental
Procurar o aprimoramento mental.
Concentração.
Buscar aumentar e controlar o Chi .

Aqueles que violarem estes preceitos devem ser rejeitados. 

O professor tem o dever de promover valores sociais apropriados, o conhecimento e o desenvolvimento físico de seus alunos.
Rua Oleoduto nº 246 Bairro Petrolândia - Contagem/MG
© www.dragaovermelho.com.br - Todos direitos reservados
Desenvolvido por Abasoft